Incêndios em Líquido Inflamável: Conheça os riscos e veja se está preparado

Incêndios por conta de líquidos e gases inflamáveis são mais fácies de acontecer do que imaginamos, e se alastram rapidamente podendo inclusive causar explosões graves.

Ao depararmos com um incêndio envolvendo líquidos inflamáveis, ter um extintor a mãos é essencial para impedir que grandes danos sejam causados pelo incêndio, mas é preciso ter o extintor correto a disposição.

Cada tipo de incêndio é combatido com um extintor especifico. As composições químicas dos extintores mudam, é preciso conhecer as variantes de composição para verificar qual tipo de extintor é o ideal para usar quando o incêndio é causado por líquidos inflamáveis.

Classe B – Incêndios desafiadores

Os incêndios da classe B são considerados um dos mais perigosos e difíceis de resolver, e se dão origem através de gases e líquidos inflamáveis como éter, gasolina e óleos diversos.

Incêndios com líquidos inflamáveis são conhecidas por causarem largas escalas de chamas, assim o Comitê Técnico da NFPA decidiu ser padrão ter disponível em locais com grandes riscos de incêndio com líquidos inflamáveis ter extintores portáteis com as seguintes composições:

Extintor de Pó Químico de alta vazão com carga a partir de 4,5 kg com taxa de descarga a partir de 0,45 kg/s.

Vale ressaltar que os tamanhos dos extintores variam dependendo da necessidade do local. Quanto maior o ambiente, maior estoque de material inflamável, resultando em um perigo maior. Assim os extintores de maior carga, com destaque para os modelos sobre rodas, são os ideais nesses casos.

Outro ponto importante é que a classificação por capacidade extintora não deve ser o único fator levado em conta na avaliação do risco. Incêndios tridimensionais, que  ocorrem com líquidos inflamáveis em movimento sobre superfícies horizontais e verticais, devem contar com extintores de pó químico seco de alta vazão (NFPA 10).

Extintores de espuma são ideais para derramamentos (pool fires)

O melhor extintor para combater incêndios causados por líquidos inflamáveis são do tipo espuma, mas esse extintor é eficaz para cobrir superfícies horizontais de líquidos. Então, em situações de incêndios em cubas ou líquidos que foram derramados em uma superfície horizontal, o extintor de espuma é uma excelente escolha.

Já em casos que o incêndio se encontra concentrado em um ambiente e há riscos de explosões e propagação das chamas, ou líquidos que estão escorrendo em diferentes níveis, o extintor tipo espuma pode não ser eficaz.

Nestes casos, que chamamos de incêndios tridimensionais, o ideal é contar com extintores de alta vazão de Pó Químico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *