Combate a incêndio: Os tipos de esguichos

Tipos esguicho

Para conseguir controlar a vazão e o padrão do jato de água provido pelos canhões monitores ou pelas mangueiras, que são destinados ao combate de incêndios, é determinante escolher o tipo certo de esguicho que será utilizado com estes equipamentos.

Os esguichos são montados nas mangueiras de incêndio através de conexões Storz, e, como já dito antes, são responsáveis por regular e direcionar o fluxo de água em ações envolvendo o combate a incêndio. Por serem indispensáveis para a aplicação do agente extintor, precisam possuir características de resistência a danos como choques mecânicos, e resistirem ao menos as mesmas pressões estáticas e dinâmicas que suportam as mangueiras e os canhões.

Existem diversos modelos de esguichos, entre eles podemos citar os seguintes:

  • Esguicho Regulável;
  • Esguicho de Vazão Selecionável;
  • Esguicho Automático;
  • Esguicho de Vazão Constante;
  • Esguicho Auto-Edutor (Proporcionador) de Espuma.

Esguicho regulável

O esguicho regulável é, talvez, o mais usado nas operações de combate a incêndios. Esse modelo é extremamente eficaz, uma vez que proporciona desde o jato sólido (compacto) até o neblina em diferentes graus. Alguns modelos contam com manopla para fechamento e abertura rápida da passagem de água que proporciona uma aplicação mais duradoura, de forma contínua. Além disso, alguns equipamentos são dotados da função “flush”, para o enxágue e limpeza do esguicho, depois do uso de água ou espuma, evitando que resíduos ou detritos comprometam o bom funcionamento do equipamento.

 O uso de esguichos para canhões monitores

O esguicho para canhão pode trabalhar em equipamentos portáteis ou fixos, o que facilita a sua utilização na armação de torre de água com escadas mecânicas, com plataforma mecânicas ou ainda no solo, fixo em uma base. Dependendo da situação, o esguicho para canhão pode ser o único meio de conseguir resfriar os recipientes que estejam sob risco eminente de explodirem. Isso devido ao alto alcance e vazão do seu jato, que permite aos bombeiros trabalharem no combate as chamas, mantendo uma distância segura do local onde elas se encontram.

Informações sobre o esguicho agulheta (jato sólido)

O que deve ficar bem claro, no que diz respeito ao esguicho agulheta, é que mesmo que ele esteja presente no prédio onde o incêndio se encontra, os bombeiros devem, sempre, transportarem e utilizarem os seus esguichos reguláveis, uma vez que esse tipo de esguicho (o agulheta), não permite controle direto da quantidade de água lançada, possibilitando sua utilização, somente, através de jato compacto e de forma contínua.

O risco presente ao se utilizar esse esguicho para apagar o fogo é o de inundar o ambiente, uma vez que não há controle sobre o volume de água. Por isso a necessidade de portar os do tipo reguláveis, para pode controlar melhor a quantidade de água que sai, tendo maior domínio sobre a situação.

SOLICITE UM ORÇAMENTO ou se preferir ligue para: 11 3935-4280

Comentários

14 Comentários

  1. JOSÉ SOARES PEREIRA disse:

    Sou Eng. Civil. e gostaria de receber as especificações técnicas do esguicho manual regulável de 40 mm, quanto a sua vazão, com pressão minima de 40 mca

  2. Mesquita disse:

    olá,

    a respeito do esguicho agulheta, tem alguma norma que proíbe o uso do mesmo ou fica a critério do cliente a escolha do esguicho, no meu caso trabalho em shopping.

    obrigado

    ATT: Mesquita

  3. Mauro Faria disse:

    agora todos os hidrantes devem ter jatos reguláveis? é lei?

    • Bucka disse:

      Prezado Mauro,

      de acordo com a IT-22 de 2011 do Corpo de Bombeiros de SP, que tem força de lei, determina que devem ser utilizados esguichos reguláveis: “5.11.2.1 Estes dispositivos são para lançamento de água
      através de mangueiras, sendo reguláveis, possibilitando a emissão do jato compacto ou neblina conforme norma NBR 14870/02.”

  4. douglas disse:

    Esguicho agulheta que distancia que ele joga agua

  5. Samara Maria disse:

    Favor enviar informações técnicas sobre os esguichos regulável. Vazão, Pressão, Lançamento horizontal, angulo de lançamento e demais informações.

  6. odair disse:

    Por favor quem poder me envie a lei que regulamenta o esguicho regulável nas edificações.

  7. jessica disse:

    Estou fazendo um trabalho sobre os tipos de esguichos, onde tem que ser colocado fotos sobre os mesmos, porém na net vem meio confuso, eu pesquiso um e vem outro , ta doido mesmo, entao eu queria muito que alguem me ajudasse nessa questão, estava precisa das fotos dos esguichos de jato regulavel, vazão constante, vazão ajustavel e o automático de pressão constante, por favor é so manda pro meu email, obrigada.

  8. LAFAETE ANTONIO SANTOS OLIVEIRA disse:

    SOU TÉCNICO DE SEGURANÇA DO TRABALHO E CHEFE DE BRIGADA, E QUERIA SABER SE A TROCA DO ESGUICHO AGULHETA PELO REGULAVEL OBEDECE ALGUMA NORMA EM BRASILIA, POIS SEI QUE EM SÃO PAULO EXISTE AS IN QUE TEM FORÇA DE LEI.E AQUI EM BRASILIA COMO FICA É OBRIGADO OU É VIÁVEL.

    • Equipe Bucka disse:

      Olá Lafaete. O uso do esguicho regulável se tornou obrigatório pela Instrução Técnica do Corpo de Bombeiros de SP,que tem força de lei. Se o Corpo de Bombeiros não fez esta exigência, a troca não é obrigatória.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *