O que são ensaios periódicos de LGE e quando devem ser realizados

Líquido Gerador de Espuma ou LGE é imprescindível para o combate a incêndios, sendo armazenado em tanques, bombonas (de 20 l, 50 l ou 200 l), carretas e contêineres. Consiste em uma espécie de detergente, adicionado a água doce, do mar ou salobra, em proporções de 1%, 3% ou 6%, respectivamente. Esse produto é normatizado pela ABNT NBR 15511.

Como tudo em matéria de sistemas de combate a incêndio, o LGE precisa passar por testes periódicos, para verificar se ainda está apto ao uso. Esses testes ou ensaios periódicos dividem-se em ensaio laboratorial, realizado anualmente, e ensaio de fogo, conduzido a cada três anos ou quando ocorrer reprovação no teste em laboratório.

ensaio em laboratório analisa propriedades físico-químicas do LGE tais como massa específica, pH, viscosidade, expansão, capacidade de vedação e tempo de drenagem.

Já nos ensaios de fogo os líquidos são testados em campo, para determinar-se o tempo de extinção do incêndio e o quanto o LGE é resistente à reignição do fogo.
A ABNT NBR 15511 determina que cada classe de LGE deve alcançar diferentes desempenhos, conforme segue:

Classe Tempo máximo de extinção
(segundos)
Tempo mínimo de resistência à reignição (minutos)
HC (incêndios com derivados de petróleo/hidrocarbonetos) 100 10
AV (específico para aeroportos, voltado a incêndios em hidrocarbonetos) 60 5
AR (incêndios com álcool e outros solventes polares, como água, etanol e ácido acético) 180 5

 

Ainda de acordo com a ABNT NBR 15511, os testes laboratoriais anuais ocorrem a partir de um ensaio inicial, que determina o atendimento aos critérios de desempenho da norma e atesta que o LGE é eficaz no combate a incêndio. As propriedades físico-químicas estabelecidas na etapa de laboratório desse ensaio inicial são tomadas como referência para testes futuros.

Os valores obtidos em cada ensaio periódico de LGE devem ser registrados e armazenados para consulta posterior por entidades como Corpo de Bombeiros, Prefeituras e seguradoras.

NBR 15511 preconiza também que os ensaios laboratoriais e ensaios de fogo devem ser realizados por laboratórios especializados, já que requerem condições e equipamentos específicos e normatizados. O estabelecimento avaliador deve fazer parte da Rede Brasileira de Laboratórios de Ensaio (RBLE) e ser acreditado pela Coordenação Geral de Acreditação (Cgcre) do Inmetro.

Bucka oferece o serviço para realização de ensaios periódicos de LGE. Para saber mais sobre nossa estrutura e procedimentos de avaliação, entre em contato conosco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *